Blog

Adiron Consultores: inspirando resultados

24 nov

Como destruir sua carteira de clientes

lost-customers

Lendo um artigo de Blaise Lucey da Criteo, um dos gigantes de serviços digitais, reencontrei a discussão sobre a frágil dependência das redes sociais em que muitas empresas estão se colocando.

Lucey dá exemplos. O Instagram que deveria ser a “imagem do momento”, mudou seu algoritmo e as fotos não aparecem mais em ordem cronológica, o “instante” pode ser de anos atrás.

Agora, é mais provável que veja o conteúdo que deseja ver. Ou pelo menos o que o algoritmo do Instagram pensa que deseja ver.

No começo de 2017 o Twitter decidiu deixar de exibir tweets em ordem cronológica também.

As mudanças regulares no Facebook e no Google, são capítulos a parte. É muito difícil manter-se atualizado sobre elas.

Se você pensa que tem uma estratégia social e uma estratégia de conteúdo, você acha que sua marca está sendo exibida em todas essas plataformas. Mas você não sabe quantas pessoas você está realmente atingindo, ou quando.

Você está nas mãos do algoritmo.

Quando se trata de consumidores as mídias sociais, e muitos outros intermediários (e cada categorias de produtos e serviços está criando seu “consolidador” de vendas) reinventaram a posse dessa relação.

Isso se tornou um problema. E o problema é todo seu.

Segundo uma pesquisa da Forbes/Criteo, citada, por Lucey, mais da metade dos executivos de marketing, revelou que eles estão muito preocupados sobre os dados de seus clientes, especialmente como ele está ficando trancado atrás dos jardins murados de gigantes tecnológicas:

  1. 50 por cento estavam preocupados com o fato de que seu acesso aos dados do cliente seria limitado.
  2. 41 por cento estavam preocupados com o seu acesso à informação do produto seria limitado.
  3. 38 por cento estavam preocupados que proprietários de jardins (gigantes digitais físicos em controle) pudessem ditar termos e serviços.

Se seu negócio depende da promoção e distribuição em redes de terceiros, você não possui nenhum desses dados, e você nunca terá certeza de como seu produto é mostrado ou descoberto na plataforma.

Você também não poderá acompanhar pessoas que se envolvam com conteúdo ou uma página de produto, porque na verdade você não terá dados para personalizar ou segmentar essa mensagem.

Sem dados, é impossível se relacionar com os clientes.

Em 2018, você não poderá apenas pensar na forma de construir uma estratégia de conteúdo que seja engajada em pesquisas e redes sociais, mas como realmente criar uma estratégia de dados que lhes permita ser o legítimo proprietário desses relacionamentos.

Caso contrário, sua carteira de clientes será aniquilada a qualquer momento, durante a próxima mudança de algoritmo.

Deixe uma resposta